Meu texto expositivo: Esmola, vicia ou envergonha

     Percebe-se nas ruas das cidades desse país cada vez mais pessoas mendigando, muitas delas estão sãs. A esmola vai envergonha-lo ou viciá-lo, assim diz os versos de Luiz Gonzaga "Doutor, uma esmola a um homem que é são ou lhe mata de vergonha, ou vicia o cidadão"
     Bem, depende muito da personalidade de cada um, esmola para alguns é importante para fins primários como, comida, água, agasalho, etc... entretanto outros não tem consciência de sua ação e se acabam em drogas.
     E quem está são? Ele pensa que não precisa trabalhar  para ganhar dinheiro, que, ficando na rua irá conseguir dinheiro fácil.
     Mas certamente essa pessoa não está totalmente sã, algo na vida dela a deixou muito comprometida emocionalmente e não tem condições de voltar para casa.
     Existem pessoas que estão na rua porque tem alguma deficiência seja física ou mental e não aceita esse problema, fica desempregado, ninguém o quer, a depressão toma conta,  larga tudo o que tem para ficar perambulando nas ruas e passa a ser mais um pedinte nas ruas das grandes cidades e das pequenas também.
     Talvez se as esmolas fossem melhores, feitas por instituições de caridade, com uma iniciativa privada ou organização social, seria diferente e menos pessoas estariam nas ruas mendigando, sem destino, sem saída.

Nenhum comentário:

Postar um comentário